• Domingo, 19 de Maio de 2024

Deputada Gracinha Mão Santa critica governador por promessas não cumpridas

Diversas promessas não cumpridas por Rafael Fonteles (PT) foram citadas pela deputada em discurso

Deputada Gracinha Mão Santa critica governo Rafael Fonteles (PT) / Foto: divulgação

A deputada Gracinha Mão Santa (Progressistas) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) durante a sessão plenária desta quarta-feira (20) para criticar o governador Rafael Fonteles (PT) sobre promessas que não estão sendo cumpridas. 

A parlamentar também afirmou que o Governo do Estado não tem respondido os requerimentos aprovados na Casa e que vai tomar as medidas cabíveis para que os deputados sejam respeitados.

“A lei é clara, estão desobedecendo a Casa. Já estamos mandando outros requerimentos e outros ofícios para o governador. Ele tem 30 dias, por lei, para responder, sob pena de improbidade, e nós vamos tomar as medidas cabíveis. Não vamos ser mais compassíveis. O governador tem que respeitar a Casa e tem que responder os requerimentos e os ofícios dos parlamentares”, criticou Gracinha Mão Santa.

Várias promessas não cumpridas por Rafael Fonteles foram citadas pela deputada no discurso. Sobre o Porto Piauí, por exemplo, ela afirmou que não há terminal pesqueira e nem indústria produzindo atum. Já a adutora do litoral continua com os mesmos problemas de quando foi inaugurada. Ela solicitou que vários órgãos sejam mais atuantes na vida dos piauienses, se aproximem dos municípios e sejam mais transparentes.

Provando que vai aumentar as demandas ao longo de 2024, Gracinha Mão Santa apresentou diversos requerimentos com cobranças durante a sessão plenária. 

Da Secretaria de Planejamento, a deputada solicita transparência sobre a aplicação de recursos de empréstimos. Da Investe Piauí, a parlamentar cobrou explicações sobre os escritórios que estão sendo instalados no exterior. A Agespisa também foi demandada. 

Fonte: Ascom

Compartilhe:

Comentar

0 Comentários

  1. Nenhum comentário registrado para esta matéria. Seja o primeiro!

Veja Também