• Domingo, 29 de Março de 2020

Prefeito decreta situação de emergência em Itainópolis por conta da estiagem

Enquanto vários municípios do estado estão decretando situação de emergência por conta das chuvas, em Itainópolis Paulo Lopes alega estiagem

Prefeito de Itainópolis, Paulo Lopes (PDT) / Foto: Divulgação

Por José Maria Barros

Em decreto assinado no último dia 20 de março o prefeito de Itainópolis, Paulo Lopes Moreira PDT), declarou situação de emergência no município pelo período de 180 dias. O motivo alegado pelo gestor e à estiagem que tem afetado os moradores da região.

Paulo Lopes alega que as chuvas foram abaixo da média e com  má distribuição, nos meses de janeiro a abril de 2019, que atingiu toda parte territorial do município, com maior gravidade nas áreas rurais.
 
Segundo o prefeito, a região tem sido prejudicada com as perdas na produção agrícola. Ele alega que 60% da população tem sido afetada, com perdas na produção de milho e feijão, que são produtos de subsistências das populações afetadas pela estiagem. E na pecuária as perdas foram especialmente na produção de mel de abelha.

“Considerando que em algumas áreas do município, o abastecimento de água potável para atender as necessidades básicas da população é feito por meio de nascentes, poços artesianos ou pequenos rios e córregos, e por perdurar a estiagem, os mesmos não têm sido suficientes para o abastecimento a população, sendo necessário o emprego de carros pipas para o abastecimento, feito de forma precária”, destacou o prefeito no decreto.

Decreto
    
Diante disso o prefeito decretou que fica declarado Situação de Emergência nas áreas da zona rural do município de Itainópolis pelo período de 180 dias, a contar da data da publicação do decreto, que foi no dia 21 de março no Diário Oficial dos Municípios, pagina 142.


 

Compartilhe:

Comentar

0 Comentários

  1. Nenhum comentário registrado para esta matéria. Seja o primeiro!

Veja Também