• Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020

TRE retoma terça-feira julgamento do recurso contra cassação do prefeito de Aroeiras do Itaim

Suspenso no último dia 31 de janeiro com o placar de 3 a 3, julgamento será retomado na próxima terça-feira, 3 de março

Prefeito de Aroeiras do Itaim teve mandato cassado por compra de votos / Foto: Ascom

Por José Maria Barros/Informa Picos

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), retoma na próxima terça-feira, 3 de março, o julgamento do recurso interposto pela defesa do prefeito de Aroeiras do Itaim, Wesley Gonçalves de Deus (PTB). O gestor teve o mandato cassado no dia 12 de abril do ano passado acusado de captação ilícita de sufrágios, a popular compra de votos.
    
A decisão pela cassação foi do juiz da 10ª Zona Eleitoral, com sede em Picos, Fabrício Paulo Cysne Novaes e atingiu também o vice-prefeito Edilson Rodrigues Teixeira (PT). Os dois ingressaram com recurso junto ao TRE-PI contra a sentença em primeira instância e, após ser suspenso em duas oportunidades o julgamento será retomado na próxima terça-feira, 3 de março.

Presidente do TRE-PI vai proferir o voto de desempate/Foto:Cinara Taumaturgo/ GP1.
 

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, é quem vai proferir o voto de minerva, tendo em vista que, quando o julgamento fora suspenso pela última vez o placar estava empatado em 3 a 3. 

A suspensão do julgamento ocorreu no dia sexta-feira, 31 de janeiro, quando três desembargadores haviam votado pelo provimento do recurso e outros três contra. A suspensão aconteceu em face do pedido de vista formulado pelo presidente da corte, desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, que proferirá o voto de desempate.

Entenda o caso

Acusados de captação ilícita de sufrágio, a popular compra de votos, e de abuso do poder, o prefeito de Aroeiras do Itaim, Wesley Gonçalves de Deus (PTB) e o seu vice, Edilson Rodrigues Teixeira (PT), tiveram os mandatos cassados no dia 12 de abril do ano passado. A decisão é do juiz da 10ª Zona Eleitoral, com sede em Picos, Fabrício Paulo Cysne de Novaes. A sentença foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico, edição de 16 de abril de 2019.

Prefeito e vice foram cassados em abril do ano passado/Foto: Ascom.
 

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra os gestores foi ajuizada pela coligação “Unidos para o bem do povo”, formada pelos partidos do PSB, MDB, PTC, PRTB, PTN e PPS. A aliança era encabeçada pelo candidato a prefeito Zênio Neves Holanda (PTC), que acabou derrotado nas urnas.

Desempenho eleitoral 

Candidato pela coligação “Junto com o povo, venceremos de novo”, composta pelos partidos do PTB, PT e PR, Wesley Gonçalves de Deus foi eleito prefeito de Aroeiras do Itaim com 1.577 votos, equivalente a 53,17% dos votos válidos. Seu adversário Zênio Neves de Holanda (PTC) conquistou 1.389 votos, percentual de 46,83% dos votos válidos e ficou em segundo lugar.

PAUTA DA SESSÃO


Cópia da pauta de julgamento/Foto: Reprodução.
 


 

Compartilhe:

Comentar

0 Comentários

  1. Nenhum comentário registrado para esta matéria. Seja o primeiro!

Veja Também