• Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020

Picos contabiliza quarto assassinato em uma semana e população fica temerosa

O quarto homicídio aconteceu na madrugada desta segunda-feira, 23 de março, no bairro Parque de Exposição

Homicídio foi registrado na Delegacia Regional de Polícia Civil / Foto: José Maria Barros

Por José Maria Barros/Informa Picos

O município de Picos registrou na madrugada desta segunda-feira, 23 de março, mais um assassinato, o quarto em apenas uma semana e o sexto de 2020. Um homem identificado como Edson Mendes de Sousa, vulgo Nego Filu, de 32 anos, foi executado a tiros no bairro Parque de Exposição, Zona Leste.
    
Segundo informações do agente Lennon Luz, Relações Públicas da Polícia Civil em Picos, o fato ocorreu por volta da zero hora e 40 minutos de hoje, no cruzamento da rua Cícero Eduardo com a Avenida Manoel de Sousa Neto, no Parque de Exposição.
    
“A vítima encontrava-se no local, precisamente em uma esquina, quando uma pessoa chegou, se aproximou e disparou um tiro acertando a sua mão. Depois efetuou outro disparo que o atingiu no ombro e por último um na cabeça, provocando a sua morte” [de Nego Filu] – contou Lennon Luz.
    
Ele disse que essas informações são com base na análise da dinâmica do crime feita pelos peritos criminais, pois, até o início da tarde de hoje ainda não tinha sido localizada nenhuma testemunha ocular do ocorrido. Segundo Lennon Luz, a Polícia foi até o local e deu início as investigações com vistas à elucidação de mais esse assassinato na cidade de Picos.
    
O corpo de Nego Filu foi transladado para Teresina a fim de ser submetido à perícia no Instituto de Medicina Legal (IML) e, depois será liberado para a família providenciar o velório e sepultamento.

Outras três vítimas de asssinatos em Picos/Foto: Arquivo pessoal.
 

Outros casos

 Foi o quarto homicídio registrado em Picos somente esta semana. O primeiro ocorreu na noite de terça-feira, 17, quando o vigia José Francisco Gomes, de 45 anos, foi morto no Centro de Iniciação ao Esporte, localizado no bairro Morada Nova. Nesse caso a Polícia ainda não apontou nenhum suspeito para o crime, que continua um mistério.

Já na madrugada de quinta-feira, 19, o ex-presidiário José Henrique da Silva, vulgo Nego Henrique, de 32 anos, foi perseguido por quatro homens e morto a facadas na praça João de Deus Filho, próximo a Penitenciária Feminina de Picos. Os quatro suspeitos foram identificados e presos.

Na noite de sábado 21, foi morto a tiros o também ex-presidiário Raimundo Nonato Lima, o Zeca Urubu, totalizando quatro homicídios em Picos em uma semana, um índice considerado alarmante.
 

Compartilhe:

Comentar

0 Comentários

  1. Nenhum comentário registrado para esta matéria. Seja o primeiro!

Veja Também