• Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019

Colunas

Campanha antecipada

Ignorando a legislação eleitoral em vigor, a diretora administrativa do Centro Integrado de Especialidades Médicas, Maria de Sousa Santana [a Posto Ipiranga do Padre Walmir] continua fazendo campanha eleitoral extemporânea, o que é expressamente proibido por lei. Já corre na 10ª Eleitoral uma representação ajuizada pelo Progressistas contra ela e o gestor municipal, mas nem isso parece que barrou o ímpeto de Santana querer chegar ao comando do Palácio Coelho Rodrigues.

Em todas as posições

Como o próprio prefeito Padre Walmir (PT) disse durante solenidade de apresentação do elenco da Sociedade Esportiva de Picos na noite de 4 de agosto último no Piauí Shopping, Maria Santana joga em todas as posições. É verdade! Na sua campanha antecipada ela tem, ao mesmo tempo dirigido o CIEM, dado expediente diário no Palácio Coelho Rodrigues, visitado obras ao lado do prefeito Padre Walmir, participado de festas religiosas, de solenidades de inauguração e, pasmem, até mesmo distribuído presentes para as crianças matriculadas em escola da rede municipal de ensino, como ocorreu no último dia 11 de outubro, na comunidade Três Potes.  Se duvidar, no Natal ela se veste de Papai Noel e sai oferecendo bondades pela periferia de Picos. Resta saber se tudo isso vai redundar em votos.

Farpas

Na última sessão da Câmara Municipal de Picos realizada dia 3 de outubro, os vereadores Carlos Luís Nunes de Barros (PSDB) e Evandro Lima de Moraes, o Evandro Paturi, trocaram farpas. O bate boca começou quando o tucano cobrou do vereador Simão Carvalho Filho (PSD), que presidia a sessão, que sentasse na cadeira de presidente. Paturi, que é líder do governo na casa, tomou as dores do colega e sugeriu que Carlos Luís viesse sóbrio para a sessão, dando a entender que o tucano estava alcoolizado. Carlos Luís não deixou por menos e mandou Evandro Paturi estudar, lê mais para entender o Regimento.

Mistério

Existe um mistério na tramitação do processo de cassação do prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), cuja sentença em primeiro grau saiu no dia 11 de julho do ano passado. A defesa recorreu e até hoje a ação não foi para a pauta de julgamento no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI). Até mesmo o relator já foi mudado. Já o prefeito da vizinha cidade de Aroeiras do Itaim, Wesley Gonçalves de Deus (PTB), foi cassado no dia 12 de abril deste ano e seu recurso na segunda instância foi à pauta na última segunda-feira, 7 de outubro. Os dois são acusados pelos mesmos crimes, abuso do poder econômico e captação ilícita de sufrágios, a popular compra de votos.

Pré-candidato

Depois de Gil Paraibano (Progressitas), deputado Nerinho (PTB) e do vice-prefeito, empresário Edilson Carvalho (PTB), mais uma liderança das oposições se dispõe a enfrentar a máquina da Prefeitura de Picos nas eleições do próximo ano. O advogado Glaúber Silva vai assumir o comando municipal do Democratas e já anunciou que é pré-candidato ao Palácio Coelho Rodrigues em 2020.

Crime ambiental

Ignorando o protesto de ambientalistas e de pessoas dos vários segmentos sociais, a Prefeitura de Picos promoveu no final de semana mais um crime ambiental de grandes proporções. Servidores do município, munidos de serras elétricas e de outros equipamentos, destruíram mais de 20 árvores que existiam na Praça Félix Pacheco. Nem mesmo o protesto do ecologista e artesão, Antônio José da Silva, que se acorrentou em cima de uma castanhola, impediu a ação. Logo que ele desceu, a castanhola foi derrubada.

Só um nome

Enquanto o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) diz que possui uma lista com dez possíveis nomes para disputarem a Prefeitura da capital, em Picos o Padre José Walmir de Lima só tem olhos para uma só pessoa: Maria Santana. O perigo é acontecer uma debandada de muitos dos que integram o grupo que atualmente comanda o município.

Cadeira cativa

Mesmo não tendo assento na Câmara Municipal de Picos, o ex-vereador Diógenes Nunes Medeiros (PPS) é visto de vez em quando ocupando uma das quinze cadeiras do plenário Pedro Barbosa da Silva, conforme registro acima feito no dia 3 de outubro de 2019. Só falta mesmo usar a tribuna.