• Domingo, 21 de Julho de 2019

Vereador Chaguinha denuncia prefeito Padre Walmir ao Ministério Público

Parlamentar acusa o gestor de descaracterizar a praça Josino Ferreira, tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural

Chaguinha denuncia Padre Walmir ao Ministério Público / Foto: José Maria Barros

Por José Maria Barros

O líder da oposição na Câmara Municipal de Picos, vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), denunciou o prefeito Padre José Walmir de Lima (PT), ao Ministério Público Estadual. A representação foi protocolada nesta quinta-feira, 6, junto a Primeira Promotoria de Justiça. 

Vereador usou a tribuna para falar sobre o assunto/Foto: José Maria Barros.
 

Na denúncia feita à promotora de justiça Karine Araruna Xavier, o vereador Chaguinha acusa o prefeito Padre Walmir de estar fazendo a reforma da praça Josino Ferreira, descaracterizando totalmente aquele espaço público.

Piso foi todo arrancado/Foto: José Maria Barros.
 

A praça Josino Ferreira foi tombada como Patrimônio Histórico e Cultural através do projeto de lei nº 2866/2017, de autoria do vereador Chaguinha. A matéria foi aprovada pela Câmara Municipal de Picos e sancionada pelo prefeito Padre Walmir no dia 11 de dezembro de 2017.

Praça Josino Ferreira é tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural/Foto: José Maria Barros.
 

Na denúncia, Chaguinha argumenta que foram retiradas árvores, piso e canteiros da praça Josino Ferreira, por isso pede a promotora de justiça, na qualidade de protetora do patrimônio público, que não permita a continuidade da obra.

Vistoria
    
“Diante das visitas que fizemos a praça Josino Ferreira, detectamos que ainda não foi apresentado um projeto aos vereadores, para que pudéssemos analisar se está dentro da lei. Ter a certeza de que não haverá descaracterização do patrimônio. Mas, pela própria gestão, já percebemos que haverá uma descaracterização, pois, foram retiradas árvores do local, derrubados canteiros e o piso está sendo substituído” – denuncia Chaguinha.

Árvores foram derrubadas com ajuda de um trator/Foto: José Maria Barros.
 

Diante disso, Chaguinha entende que haverá uma descaracterização por completo da praça Josino Ferreira e, então resolveu ingressar com uma ação no Ministério Público apresentando a denúncia.  O vereador disse que solicitou a promotora de justiça, Karine Araruna, que faça uma vistoria no local e adote as providências que entender necessárias.

Segundo o vereador, a lei aprovada pela Câmara Municipal de Picos torna a praça Josino Ferreira como Patrimônio Histórico e Cultural, juntamente com o conjunto arquitetônico que envolve o Museu Ozildo Albano e a antiga Prefeitura.

Árvore arrancada pelo tronco/Foto: José Maria Barros.
 

Reforma da praça

Realizada por uma equipe da própria Prefeitura de Picos, envolvendo as secretarias de Meio Ambiente e Obras, a reforma da praça Josino Ferreira teve início no último dia 17 de maio. 

Reforma está sendo feita por equipe da própria Prefeitura/Foto: José Maria Barros.
 

Segundo o Palácio Coelho Rodrigues, a ação engloba intervenções na estrutura dos canteiros, como a retirada e renovação dos rebocos, no paisagismo, acessibilidade, com a retirada e aplicação de novo piso e iluminação pública. No local não existe nenhuma placa com informações sobre o projeto, prazo de conclusão e nem o valor que será investido.

Parte da estrutura da praça foi demolida/Foto: José Maria Barros.
 

O prefeito de Picos Padre Walmir (PT) e o vereador Chaguinha (PTB) eram aliados e, romperam politicamente no dia 28 de junho do ano passado.

Piso da praça Josino Ferreira foi todo arrancado/Foto: José Mari Barros.
 
Árvores foram cortadas por servidores da Secretaria do Meio Ambiente/Foto: José Maria Barros.
 
Reforma da praça Josino Ferreira causa polêmica/Foto: José Maria Barros.
 

Cópia da representação/Foto: José Maria Barros.


 

Compartilhe:

Comentar

0 Comentários

  1. Nenhum comentário registrado para esta matéria. Seja o primeiro!

Veja Também